Arte culinária

кулинария
Artigos:
Arte culinária em Renascença
Livro de receitas de pessoas do mundo
TUMULTOS - protéico e alternação de carboidrato
Canela
Festas medievais
Comida cultural

ARTIGOS:


Quando o negócio consegue a conversação sobre a cozinha, há duas perguntas principais: "que preparar-se" e "como preparar-se". Isto é, uma variedade saborosa é necessária. E onde reuni-lo? Naturalmente, na Internet. Lá a massa de receitas e conselhos acerca de observância de tecnologias culinárias.

Poucos pensam no fato na prontidão de cozinheiro para processar. Em alguém – presente de deus, em alguém – a sua ausência total. Às vezes há escola de bastante avó ou mãe, às vezes faz sentido para visitar o par de seminários culinários. Neles pode preparar a trufa e aprender a ferver batatas igualmente magistralmente e é fascinante.

Quando vem para a própria cozinha, difícil resulta reproduzir ações de mãos do cozinheiro-chefe ou até as mãos da mãe que se acostumaram a zakrutka, uns escabeches e cookings. É necessário voltar ao computador insubstituível e reler a receita do prato necessário a buracos.

É possível queimar, naturalmente, indefinidamente a seguinte delicadeza culinária, e é possível conformar-se com as regras simples na preparação de qualquer prato.

1. Procurar

Em primeiro lugar, é necessário saber que se prepara. Por isso, não prive da atenção tanto transferências culinárias como conselhos de conhecimentos. Aqueles megabytes de receitas que estão na Internet às vezes absolutamente em vão tentam-nos com fotos apetitosas. Ninguém verificou a qualidade dos pratos oferecidos, muitos deles simplesmente podem estar anunciando o material. Por isso, é melhor usar as fontes de informação verificadas.

2. Não entre em ciclos

É bom quando a anfitriã tem várias especializações de casa. É mau quando não tem nada eles para alternar, e o plov uzbeque, a sopa búlgara, ucraniano "preguiçoso" repetições etc. semanais. Não sempre há tempo de experimentos culinários. Mas uma vez por mês é obrigado simplesmente a aprovar um prato, novo para você, na preparação. Em primeiro lugar, não estará no decorrer do aperfeiçoamento. E em segundo lugar, possivelmente, este prato se incluirá na lista de queridos a sua família.

3. Medida

Sempre há uma tentação de seguir o conselho de avós experimentadas e tias que todos puseram "pelo olho". É tão simples: a testículos nakidat, farinha, uma colher de óleo sim um prato chato de creme azedo e assar a torta. Na saída o horror silencioso resulta, por via de regra. Por isso, não é preguiçoso e mede cada ingrediente.

4. Lembrar-se

Possivelmente, para alguém que aprende de receitas de cor parecerá absurdo, mas, acreditará, não é um desperdício de tempo excessivo. Tendo preparado o mesmo prato várias vezes, lembra-se dele já ao nível de mãos, por isso, todo o equipamento vai se trazer ao automatismo, e as proporções necessárias permanecerão nas mesmas mãos. Por isso, os erros com proporções de ingredientes não serão mais.

5. Zrite em uma raiz

Se decidiu cozinhar a sopa segundo a receita pronta, não sempre é necessário repetir estas recomendações cegamente. Possivelmente, a cozinha se determina em uma panela de outro volume? Possivelmente, o autor da receita tem outra chapa, com outros modos? Considere tudo. Por via de regra, há a maior parte destas sutilezas. E aqui não deve substituir à toa um produto (por exemplo, em vez da cereja para pôr tomates, e em vez de saltos – azeitonas). O fato que às vezes parece idêntico a um produto necessário pode modificar completamente o gosto de um prato como isso.

6. Não é preguiçoso

Se vê que algo foi não e o esterco franco resulta, tudo é melhor para tentar corrigir ou até começar de novo, do que com uma olhada humilde há o que resultará. Tais táticas podem descoroçoar para preparar-se em absoluto.

7. Compartilha

Mesmo se você não a pessoa genial da arte culinária, convide às vezes hóspedes e trate-os bem sucedido como considera, pratos. Portanto será capaz de desenvolver uma olhada do exterior como o fato que pessoalmente lhe parece o topo de prazer, já que alguém pode parecer demasiado específico. A comida bastante saborosa raramente encontra conformistas, por via de regra, é agradável à maioria.

8. Estuda

Possivelmente, será o conselho último. Cada passo não sempre se afirma em receitas segundo as quais nos preparamos. Alguns passos fazem-se à revelia, une-se com o fato que se posicionam como algo, evidente por si mesmo. Por isso, a boa anfitriã tem de saber elementos do negócio de cozinheiro que o ajudará a não perder a cara além disso.

Por exemplo, na manteiga as queimaduras de comida, na margarina – queimaduras, no óleo vegetal - frita-se. O forno de microonda assa no modo da convecção mais lentamente, do que um forno habitual. Em panquecas, pedaços, bolos de queijo e outra comida semelhante é impossível pôr muito açúcar como incendiará em uma panela de ato de fritar. O leite faz doces nata seca, e azeda – magnífico. Opara tem de aproximar-se no lugar isolado de qualquer brisa do vento, etc. Estes elementos ponderam, mas é necessário adquiri-los.

Então vai se tornar a imperatriz cheia da cozinha a que será sujeito não panelas só fritam e tachas, mas também corações dos homens com fome que se reúnem junto da sala de jantar.